Menu

Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário

A Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, instituída pela Portaria n. 138 de 23 de agosto de 2013, é composta por: Comitê Gestor Nacional, Comitês Gestores dos Segmentos de Justiça e Subcomitês Gestores.

 

São competências do Comitê Gestor Nacional:

I – promover o alinhamento estratégico de todos os segmentos de justiça com o Planejamento Estratégico do Poder Judiciário;

II – consolidar e divulgar os padrões e diretrizes para a execução dos trabalhos voltados ao desenvolvimento de propostas e de monitoramento do Planejamento Estratégico;

III – fomentar os trabalhos dos Comitês Gestores dos Segmentos, com vistas à elaboração, monitoramento, controle e revisão do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário;

IV – formatar a proposta final do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário 2015-2019 a ser apresentada à Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento e aos Presidentes dos Tribunais para aprovação;

V – apresentar à Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento os resultados aferidos, as propostas relacionadas ao Planejamento Estratégico Nacional e as informações sobre os trabalhos dos Comitês Gestores dos segmentos;

VI – estabelecer diretrizes para comunicação da estratégia;

VII – promover reuniões, encontros e workshops para desenvolvimento dos trabalhos;

VIII – monitorar e avaliar os resultados do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário;

IX – sugerir medidas preventivas e corretivas para o alcance dos resultados do Plano Estratégico do Poder Judiciário.

 

São competências dos Comitês Gestores dos Segmentos de Justiça:

I – discutir aspectos essenciais do segmento e para o Poder Judiciário, objetivando a construção e monitoramento dos Planejamentos Estratégicos: Nacional e do Segmento;

II – orientar os Subcomitês Gestores e zelar pela observância dos padrões e das diretrizes estabelecidas para a execução dos trabalhos voltados ao desenvolvimento das propostas dos Planejamentos Estratégicos;

III – coordenar os trabalhos dos Subcomitês Gestores;

IV – consolidar as propostas apresentadas pelos Subcomitês Gestores;

V – formatar as propostas consolidadas e apresentá-las ao correspondente órgão central, quando for o caso, com vistas ao Comitê Gestor Nacional;

VI – aprovar propostas de revisões do plano estratégico, para o segmento;

VII – manter os registros do histórico dos trabalhos;

VIII – realizar a interface entre o Comitê Gestor Nacional e os Subcomitês Gestores;

IX – propor diretrizes para comunicação da estratégia;

X – solicitar apoio de equipe técnica dos Subcomitês Gestores para auxiliar nos trabalhos do Comitê Gestor;

XI – sugerir medidas preventivas e corretivas para o alcance dos resultados do Plano Estratégico dos Segmentos de Justiça.

 

São competências dos Subcomitês Gestores:

I – discutir aspectos essenciais e específicos do Subcomitê;

II – coordenar os trabalhos dos representantes dos tribunais no Subcomitê;

III – solicitar apoio de equipe técnica dos tribunais para auxiliar nos trabalhos do Subcomitê;

IV – consolidar as propostas apresentadas pelos Tribunais;

V – formatar a proposta consolidada e apresentá-la ao Comitê Gestor do Segmento;

VI – manter registro de todo histórico dos trabalhos;

VII – apresentar propostas de revisões do plano estratégico ao Comitê Gestor do Segmento;

VIII – realizar a interface entre o Comitê Gestor do Segmento e os tribunais;

IX – propor diretrizes para comunicação da estratégia;

X – representar os tribunais que compõem o Subcomitê;

XI – fornecer feedback aos tribunais  relativo ao progresso dos trabalhos, cumprimento das etapas e eventuais alinhamentos.

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000/5001 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido