.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

Notícias

Audiência de custódia realizada pelo juiz Marcos Faleiros, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso - Foto: Ascom TJMT
Pesquisa divulgada pelo Instituto Sou da Paz sobre alternativas ao uso da prisão provisória na cidade de São Paulo recomenda a expansão e qualificação das audiências de custódia como forma mais barata e eficaz de combater a violência. Política nacional adotada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2015 e presente em todo o país, as audiências de custódia integram as ações do programa Justiça Presente, que busca solucionar o quadro de crise do sistema prisional brasileiro de forma estruturada e sustentada.