.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

Notícias

Até o momento, Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso Sul, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Tocantins e Sergipe concluíram o cadastro no BNMP 2.0..FOTO:G.Dettmar/AG.CNJ
Com a inclusão de dados da Bahia, do Rio Grande do Norte e do Distrito Federal no Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), o Cadastro Nacional de Presos ultrapassou, nesta segunda-feira (14/5) o registro de mais de 300 mil detentos no sistema carcerário brasileiro.