.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

Com o objetivo de ser reconhecido como órgão de excelência em gestão e impulsionar a efetividade da Justiça brasileira, o CNJ estabelece a cada cinco anos um Plano Estratégico. O documento prima pelo fortalecimento da atuação do Conselho, incremento das relações institucionais com os demais Poderes e outras instituições essenciais à administração da Justiça. Também prevê a realização de pesquisas, estudos e diagnósticos, além da definição de novos desafios para o Poder Judiciário. 

Mais detalhes sobre o Plano Estratégico do CNJ estão disponíveis neste link

Para alcançar alvos de curto prazo, como o aceleramento do julgamento de processos – inclusive resgatando as causas mais antigas –, o aumento da quantidade de casos solucionados, a priorização do julgamento de ações relativas à corrupção e à improbidade administrativa, bem como de ações coletivas, de processos dos maiores litigantes e de recursos repetitivos, o CNJ estabelece metas anuais definidas nos encontros nacionais do Poder Judiciário, promovidos pelo Conselho. As novas metas definidas conduzem as ações do ano posterior. Clique aqui e conheça as metas estabelecidas desde 2009.