.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Medida segue norma do CNJ sobre o tema. Papéis são picotados e seguem para reciclagem (Divulgação/TRE-TO)
Medida segue norma do CNJ sobre o tema. Papéis são picotados e seguem para reciclagem (Divulgação/TRE-TO)

Há seis meses a 10ª Zona Eleitoral de Araguatins adota em sua rotina de trabalho a coleta seletiva do lixo. A iniciativa começou com uma mesária que, junto com os servidores e uma associação de catadores da cidade de Imperatriz, no Maranhão, coletam uma vez por semana, papel, papelão e plástico.

A conscientização é percebida no dia a dia dos servidores, como é o exemplo de Ana Lúcia, lotada no cartório eleitoral da 10ª ZE de Araguatins. “Toda semana eu levo o lixo da minha casa para a reciclagem. Faço a higienização antes de colocar no posto de coleta. É uma consciência que o mundo está precisando, papel que não serve mais, que iria para o lixo comum, a gente envia para a reciclagem”, explicou.

PLS

Com a implantação do Plano de Logística Sustentável do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), no decorrer dos últimos anos os servidores estão sendo conscientizados a adotar boas práticas de consumo e economia dos recursos naturais para dar mais eficiência aos gastos e aplicação dos recursos públicos, por meio de ações como: veiculação de campanhas para o público interno, capacitações e palestras.
Instituído desde 2015, o Plano de Logística Sustentável do TRE-TO vem garantindo a execução de importantes projetos promovendo qualidade de vida, economia e a conscientização dos servidores.
O Plano de Logística Sustentável (2018/2020) está disponível no site do TRE-TO. O documento segue orientações da Resolução CNJ nº 201/2015 e Resolução TSE nº 23.474/2016, observando as peculiaridades regionais.

Fonte: TRE-TO


Tópicos: meio ambiente,Sustentabilidade,Consciência ambiental,Gestão ambiental,gestão socioambiental,Plano de Logística Sustentável (PLS)