.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Equipe de limpeza treinada separa resíduos do tribunal conforme o destino ambiental correto (Divulgação/TJMSP)
Equipe de limpeza treinada separa resíduos do tribunal conforme o destino ambiental correto (Divulgação/TJMSP)

O planeta Terra está superaquecido, todos os anos acompanhamos as métricas que dizem que o nível do mar está subindo. Há quem diga que é parte do ciclo da Terra e quem defenda que podem ser os efeitos do consumo desenfreado e da grande produção de lixo.

A segunda teoria é melhor aceita pelos cientistas do século XXI e a reciclagem é uma urgência para toda a sociedade. Tendo em mente que se cada um fizer a sua parte será possível atingir melhores resultados.
O Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo entrou na luta pela sustentabilidade.
Com uma equipe de limpeza treinada, o TJM faz o descarte ecologicamente correto de borras oleosas, equipamentos de proteção individual (capacete, luvas e etc.), tintas, pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, toners, resíduos odontológicos, papéis, plásticos, metais limpos, vidros limpos, entre outros.
As matérias consideradas perigosas que correspondem às Classes I, II, III da NBR 10.004/04, são enviadas para incineração, coprocessamento e reciclagem.
Os outros resíduos são enviados para reciclagem voltando à cadeia produtiva sem a necessidade de extração de novos elementos da natureza.
O Brasil é o terceiro colocado no ranking de países que mais produzem lixo no mundo, ficando atrás apenas de EUA e China.
Para se ter uma ideia, em apenas um ano são produzidas 100 milhões de toneladas de lixo. O descarte incorreto afeta diretamente as grandes cidades causando alagamentos, inundações, aumento da poluição, prejuízo ao solo, lençóis freáticos, fauna e flora.
A contaminação da água, provoca a proliferação de mosquitos, ratos, escorpiões, entre outros e a saúde pública sofre as consequências.
Magistrados, servidores, estagiários e demais prestadores de serviços do TJMSP são peças importantes nesse trabalho e a cada dia cresce a consciência de que o mundo espera um futuro livre de poluentes.

Fonte: TJMSP


Tópicos: meio ambiente,Sustentabilidade,Consciência ambiental,Gestão ambiental,gestão socioambiental,Plano de Logística Sustentável (PLS)