Últimas páginas visitadas

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Milton Fernandes de Souza, realizou nesta segunda-feira, dia 25, a entrega simbólica dos coletores “papa-pilhas”, que serão instalados em fóruns do interior do Estado. Participaram da cerimônia o juiz Fábio Soares, juiz dirigente do 11º NUR (Núcleo Regional); e o desembargador Jessé Torres, presidente da Comissão de Políticas Institucionais para a Promoção da Sustentabilidade (Cosus) do TJRJ.

Utilizados para o descarte seguro de pilhas e baterias, os novos coletores serão instalados no Fórum Regional de Campo Grande e nos fóruns de Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu e Volta Redonda.
Em parceria com Instituto Sicoob (Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil), o TJRJ implantou em setembro do ano passado, sob a coordenação do Departamento de Ações Pró-Sustentabilidade (Deape), o projeto papa-pilhas, instalando o primeiro coletor no Fórum Central. Os novos coletores serão disponibilizados para que os frequentadores dos fóruns possam descartar suas pilhas e baterias. O material, então, será recolhido pelo Instituto Sicoob e encaminhado a uma empresa certificada para ser processado.
O juiz Fábio Soares, juiz dirigente do 11º NUR (Núcleo Regional), reunindo nove comarcas da Região dos Lagos, elogiou a iniciativa, destacando a importância da expansão do projeto, o que demonstra a preocupação do Judiciário com a defesa do meio ambiente também no interior do Estado. O 11º NUR reúne as comarcas de Cabo Frio, Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Saquarema.
“É mais uma prática do Tribunal em prol da sustentabilidade, colaborando para a preservação do meio ambiente, que é uma consciência que as grandes instituições devem ter. Vai ser muito importante a população ter esse ponto para poder descartar esse material. Todas as pessoas que circulam pelo Fórum de Cabo Frio, a princípio, poderão ter acesso a este posto de coleta”, disse o juiz, que pretende estender a instalação de coletores nos demais fóruns dos municípios que compõem o 11º NUR.
Para o desembargador Jessé Torres, presidente da Comissão de Políticas Institucionais para a Promoção da Sustentabilidade (Cosus) do Tribunal, a preocupação com a preservação do meio ambiente dever ser uma prioridade de todos os órgãos públicos.
“O Tribunal está contribuindo com um papel que as sociedades pós-modernas necessitam que seja cumprido por todos os órgãos e entidades do Poder Público, que é de oferecer à população meios alternativos para dar uma destinação adequada a tudo aquilo que possa fazer mal ao meio ambiente. É o caso das pilhas, que têm em seu conteúdo substâncias que podem causar danos ambientais. Buscar uma maneira de destinar essas pilhas usadas de forma a evitar esses danos é uma incumbência que todos os órgãos públicos devem realizar. E é isso o que o Tribunal está fazendo”, considerou o desembargador.
Ele destacou a importância da ampliação do projeto para os fóruns do interior do estado.
“Já temos alguns coletores instalados no Fórum Central e agora estamos espalhando pelos fóruns das comarcas interioranas. Serão mais dez comarcas que terão instalados os coletores. Toda a população que transita nos prédios desses fóruns agora terá essa alternativa para descartar esse material nos coletores para que tenham uma destinação adequada, em vez de lançarem no lixo doméstico, na rua ou em qualquer lugar, evitando que elas possam deteriorar e causar um prejuízo ainda maior para todos”.

Fonte: TJRJ


Tópicos: meio ambiente,Sustentabilidade,Gestão ambiental,Plano de Logística Sustentável (PLS)

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido