Últimas páginas visitadas

TJSE faz balanço de Metas de 2017 e estabelece novas diretrizes para 2018. FOTO: TJSE
TJSE faz balanço de Metas de 2017 e estabelece novas diretrizes para 2018. FOTO: TJSE

      O Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), por meio do Comitê Gestor, realizou na quarta-feira, 28/03, a primeira reunião de acompanhamento das Metas Nacionais do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para o ano de 2018.

   Na oportunidade, foi apresentado o balanço do cumprimento das metas de 2017, além das ações e estratégias para a sua potencialização.Segundo o Presidente do Comitê Gestor das Metas 2017 e Juiz Auxiliar da Presidência do TJSE, Leonardo Souza Santana Almeida, o primeiro encontro de 2018 serviu também para comemorar os bons resultados de 2017.

   “O TJSE sedimentou seu compromisso histórico quanto ao cumprimentos das metas, o que retrata de forma efetiva a prestação jurisdicional, como também realizou um diagnóstico das metas e as mudanças no glossário para dar início ao acompanhamento do cumprimento das metas de 2018”, ressaltou o Juiz.Participaram também da reunião o Juiz Corregedor Daniel Vasconcelos; os Diretores de Modernização, Adriano Leal, e de Planejamento Felipe Prudente; a Consultora Geral, Sara Lucíola Franca Ramos, além de servidores da Corregedoria e Diplad.

Metas 2017 do CNJ para a Justiça Estadual

   Meta 1 – Julgar mais processos que os distribuídos. Meta 2 – Julgar processos mais antigos: 80% dos processos distribuídos até 31/12/2013 no 1º Grau, 80% dos processos distribuídos até 31/12/2014 no 2º Grau, e 100% dos processos distribuídos até 31/12/2014 nos Juizados Especiais e Turmas Recursais. Meta 4 – Priorizar o julgamento dos processos relativos à corrupção e à improbidade administrativa: 70% das ações de improbidade administrativa e das ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública distribuídas até 31/12/2014, em especial corrupção ativa e passiva, peculato em geral e concussão.Meta 5 – Impulsionar processos à execução: estabelecer política de desjudicialização e de enfrentamento do estoque de processos de execução fiscal, até 31/12/2017. Meta 6 – Priorizar o julgamento das ações coletivas: 60% das ações coletivas distribuídas até 31/12/2014 no 1º Grau, e 80% das ações coletivas distribuídas até 31/12/2015 no 2º Grau. Meta 8 – Fortalecer a rede de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres.

 

files/conteudo/imagem/2018/04/276c33ff63012d86e457074565d5417b.jpg

 

 


Tópicos: metas nacionais

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido