Últimas páginas visitadas

Foto: Igo Estrela/TST
Foto: Igo Estrela/TST

Cerca de 40 pessoas participaram neste sábado (16) da primeira visita do projeto “TST de Portas Abertas”. A iniciativa permite que o público externo conheça a história, a arquitetura e as obras de arte do Tribunal Superior do Trabalho por meio de visitas guiadas e gratuitas.

Autor da ideia de abrir as portas para o público, o presidente do Tribunal, ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, participou da primeira visita e contou que o objetivo é inserir o TST na rota turística e cultural do Distrito Federal. “Temos mais de 70 anos de história, e nosso acervo contém obras de arte que contam a origem, o desenvolvimento e a modernização da Justiça do Trabalho”, afirmou. “Além disso, a arquitetura do prédio do TST, projetada por Oscar Niemeyer, merece ser admirada por todos”.

A visita é conduzida por servidores treinados e visa mostrar à sociedade como é o funcionamento da mais alta corte do Judiciário Trabalhista e ampliar a compreensão sobre a história e o papel da instituição. 

Nesta primeira visita, o próprio ministro explicou aos participantes alguns dos pontos que fazem parte do mapa de visitação. Entre eles, o Salão Nobre, que recebe o nome do Papa Leão XIII, autor da encíclica “Rerum Novarum,” publicada em 1891 e considerada a Carta Magna dos Trabalhadores. Um quadro do artista ítalo-brasileiro Eliseu Visconti retratando o papa compõe o acervo artístico do local.

O estudante de nutrição e professor Lucas Lima de Almeida ficou sabendo da visita pelas redes sociais do TST e aprovou o percurso. “Já admirava o prédio por fora, e poder ter acesso ao Tribunal e ver de perto a arquitetura de Niemeyer foi uma experiência muito engrandecedora. A visita é fantástica,” recomenda.

Divididos em grupos, os visitantes passaram por nove pontos. Entre eles, o prédio principal da sede do TST, que reúne a maioria dos gabinetes, as salas de sessão e a biblioteca.

O projeto de Niemeyer é marcado por amplos espaços, com destaque para os jardins da cobertura. Ainda na visita, foi possível conferir o acervo artístico do TST, que reúne obras de artistas renomados, como Athos Bulcão, Francisco Brennand e Eliseu Visconti. No memorial do TST, o grupo pôde ver ainda as peças históricas da Justiça do Trabalho.

As visitas guiadas serão realizadas, a princípio, aos sábados, em dois horários: das 15h às 16h e das 16h às 17h, com concentração em frente ao bloco B do prédio.  O agendamento só é necessário para visitas que envolvem grandes grupos.

Mais informações no e-mail tstportasabertas@tst.jus.br.

Fonte: TST


Tópicos: acesso à justiça,Justiça do Trabalho

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000/5001 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido