Últimas páginas visitadas

O Poder Judiciário de Mato Grosso (PJMT) estima uma economia de R$ 230 mil por ano com desligamento automático dos monitores de computador. A ação visa alcançar patamares de sustentabilidade e economicidade dos gastos públicos no âmbito das 79 comarcas de Mato Grosso. A partir desta segunda-feira (11), todos os computadores que são ligados no Judiciário, irão ser configurados para desligarem automaticamente depois de 10 minutos de inatividade.

A medida foi tomada pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação do PMJT e visa baixar o consumo de eletricidade. “Os servidores não precisam se preocupar, pois não será preciso que ele faça nada. Tudo será configurado remotamente e não durará mais que uns trinta minutos para ser concretizado. Todos os monitores passarão a atuar no modo stand by após 10 minutos de inatividade. Então caso o servidor ou juiz se ausentar da sua máquina ela irá ficar nesse modo até que alguém acione qualquer botão no teclado, ou mexa com o mouse”, disse o gerente de rede externa da TI, Marcos Paulo Lisboa.

As medidas de redução de gastos fazem parte de um projeto de gestão matricial de recursos liderado pela Coordenadoria de Planejamento (Coplan). Além disso, é um esforço conjunto de todos os servidores e coordenadorias para alcançar economicidade e o uso sustentável dos recursos naturais.

Pequenas atitudes no dia a dia podem fazer toda a diferença e contribuir para a sustentabilidade do planeta e a recuperação dos danos já causados. Sustentabilidade é a capacidade de se desenvolver econômica e socialmente respeitando a natureza, consiste em usar racionalmente os recursos naturais e evitar causar danos ao meio ambiente, é garantir a sobrevivência das próximas gerações. 

Atitudes simples fazem diferença:

Cada monitor consome por mês aproximadamente 36 kWh.

Segundo dados informados pela Energisa MT cada kWh custa para os poderes públicos R$ 0,42353.

Cada Monitor ligado 8 horas por mês gera um custo de R$ 15,25.

Atualmente o PJMT conta com 10 mil monitores. Isso representa um valor de R$ 1.829.649,60 gastos por ano só com o uso dos monitores ligados 8 horas por dia.

Se todos os dias os 10 mil computadores ficarem uma hora em stand by (na hora do almoço, ou durante uma reunião) isso gerará uma economia de R$ 232 mil por ano.

Fonte: TJMT


Tópicos: Sustentabilidade

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido