Menu
Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflito (Cejusc), presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Maria do Socorro Barreto
Presidente do TJBA, Maria do Socorro Barreto, inaugura centro de solução de conflitos fiscais (Divulgação/TJBA)

A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Maria do Socorro Barreto Santiago, inaugurou ontem (21), a primeira unidade fazendária do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflito (Cejusc) em Salvador.

“Este Cejusc representa um enorme avanço do Judiciário baiano, visto que a sua instalação representará um importante passo para a redução do acervo processual atualmente existente nas varas de execução fiscal, situação proveniente da grande quantidade de ações demandadas ao judiciário. A nova unidade vai permitir uma prestação jurisdicional mais célere que resultará no aumento da arrecadação pelos Poderes Públicos”, disse a presidente.

A implantação do centro atende a Meta Nacional n° 05 de 2017 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que estabelece, no âmbito da Justiça Estadual, política de desjudicialização e do enfrentamento do estoque de processos de execução fiscal até dia 31/12/2017. A abertura da unidade fazendária estava prevista no Planejamento Estratégico de 2015-2020 do Tribunal de Justiça da Bahia, que prevê, dentre outras ações, soluções alternativas de conflitos com o objetivo de incentivar a conciliação e outras formas de alternativas de resolução de conflitos.

Para além do novo centro, o TJBA acrescenta às suas ferramentas a utilização do Sistema de Conciliação Digital da Divida Ativa, que foi desenvolvido pela COSIS/SETIM, em parceria com a Assessoria Especial da Presidência II, com o objetivo de potencializar a composição entre contribuinte e as Fazendas Públicas, Estadual e Municipais, do Estado da Bahia.

Neste caso, o ente credor cadastra a dívida ativa no sistema da Conciliação Digital da Dívida Ativa ( CDDA), com a indicação de dados básicas, tais como: valor principal, valor proposto, data do débito fiscal, nome completo do contribuinte, CPF/CNPJ do contribuinte, endereço e e-mail.

Efetivado o cadastro, o sistema envia proposta de acordo para o contribuinte, via e-mail. Não obtendo êxito, uma correspondência física é enviada para o contribuinte, indicando todos os valores e as medidas a serem adotadas. O contribuinte, assim, poderá acessar o sistema e imprimir o boleto de pagamento.

Fonte: TJBA


Tópicos: Mediação e Conciliação,Centros Judiciários de Resolução de Conflito e Cidadania (Cejuscs)

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000/5001 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido