Siga o CNJ Flickr Facebook Twitter Youtube Instagram RSS

Justiça alagoana entrega 1108 armas para destruição em dois anos

Justiça alagoana entrega 1108 armas para destruição em dois anos.Divulgação/TJAL
Justiça alagoana entrega 1108 armas para destruição em dois anos. Divulgação/TJAL.

Entre 2015 e 2016, o Poder Judiciário de Alagoas, por meio da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ), entregou 1.108 armas de fogo ao 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Maceió. O armamento foi enviado para Recife (PE), para ser destruído. Em 2015, o Judiciário alagoano enviou 699 armas ao exército, entre revólveres, espingardas e pistolas. Já em 2016, foram entregues 409 armas, em ações da Corregedoria. A correta destinação das armas que estão vinculadas a processos judiciais está prevista no Estatuto do Desarmamento e atende à Resolução 134/2011, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Klever Rêgo Loureiro, agradeceu a presteza com a qual o exército recebeu as armas. O juiz auxiliar, Antônio Bittencourt explicou que antes de serem entregues as armas são identificadas e ficam no Centro de Custódia de Armas e Munições (CCAM) até que o processo criminal correspondente seja concluído. O capitão D. Muller, que comanda o setor de produtos controlados do Exército, informou que as armas foram enviadas para uma siderúrgica em Recife, para serem derretidas, sendo tiradas definitivamente de circulação.

Fonte: TJAL


Siga o CNJ

Palavras-chave

TJAL,estratégia nacional de segurança pública,Boas práticas,Segurança Pública

SEPN 514, lote 9, Bloco D - Brasília/DF CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.