Menu
Ouvidoria. Crédito: Agência/CNJ.

A Ouvidoria é o canal de comunicação direto entre o cidadão e o Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso, com vistas a orientar, prestar informações e colaborar no aprimoramento das atividades desenvolvidas pelo Judiciário. Durante a gestão do presidente Paulo da Cunha, o juiz Luís Aparecido Bortolussi Júnior foi escolhido como o juiz ouvidor. No período, fevereiro de 2015 a 31 de outubro de 2016, foram registrados 6.706 atendimentos, elaborados 3.194 despachos e expedidos 3.478 ofícios.

Em 2015, foram realizados 3.559 atendimentos, 1.755 despachos e expedidos 1.874 ofícios. No ano seguinte, os registros marcam 3.147 atendimentos, 1.439 despachos e 1.604 ofícios. “Nosso desafio é mostrar para o jurisdicionado que o Judiciário está fazendo o melhor possível e pretende melhorar. Ao público interno, nossa função é de colaborar”, destaca o juiz ouvidor.

A qualidade do serviço prestado pela Ouvidoria também foi constatada no relatório de atividades. Tomando como base o terceiro trimestre de 2016 (julho, agosto e setembro), a Ouvidoria alcançou grau de satisfação de 95,28%. A pesquisa de satisfação apontou que 58,27% dos usuários consideraram o serviço ótimo e 37,01% escolheram a opção “bom”.

Desde que foi implantada, há nove anos, a Ouvidoria do Poder Judiciário realizou mais de 15 mil atendimentos, envolvendo pedidos de informação, denúncias, elogios, reclamações, sugestões e encaminhamentos a outros poderes. Dentre as medidas implementadas para aprimorar o trabalho no biênio, destacam-se a reformulação completa da página da Ouvidoria no Portal do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT), respostas mais célere ao cidadão, criação de relatório para atender a Lei de Acesso à Informação, parceria com a Justiça Comunitária em mutirões e orientações aos agentes comunitários sobre a atuação da Ouvidoria, e adesão ao projeto do CNJ "Ouvidorias de Justiça: Agentes Potencializadores da Mediação e da Conciliação".

Sustentabilidade – A Ouvidoria recebe suas manifestações por meio de formulário eletrônico, Central de Atendimento (0800), e-mail e atendimento pessoal, sendo 100% registradas no sistema CIA, cuja tramitação eletrônica dispensa a utilização de expediente físico. Em consonância com a preocupação do TJMT com a sustentabilidade, o órgão economiza papel, tempo e força de trabalho.

Fonte: TJMT


Tópicos: acesso à justiça,TJMT,ouvidoria

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000/5001 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido