.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Crédito: Divulgação/CNJ
Crédito: Divulgação/CNJ

Pela primeira vez, a campanha da Justiça pela Paz em Casa vai promover um grande evento voltado às mulheres, com capacidade de atender cerca de 2.200 pessoas num único dia. A Ação Social ocorrerá no próximo sábado, dia 15 de agosto, das 9h às 15h, na Vila Olímpica Mané Garrincha, na Rua Carlos Seixas, s/n, no Caju, Zona Portuária. O evento é fruto de uma parceria com a Prefeitura do Rio, e vai oferecer serviços de saúde, oficinas de cultura e reciclagem, cursos de capacitação do Sebrae e conscientização sobre a violência contra a mulher. O público também poderá tirar carteira de identidade de graça no estande do Detran e certidão tardia de nascimento (sub-registro).

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) vai atuar com dois ônibus: o da Justiça Itinerante, que vai atender os casos de sub-registros, e o juizado móvel da Justiça pela Paz em Casa, que dará atenção especial aos casos de violência doméstica. O Ministério Público e a Defensoria Pública também atuarão, cada um, com seu ônibus, prestando serviços de Ouvidoria e gratuidade de justiça, respectivamente.

A participação da Prefeitura do Rio será através das secretarias de Saúde, Politicas para as Mulheres e Meio Ambiente, além da Comlurb e da Guarda Municipal. No estande de Saúde, o público poderá se vacinar e utilizar a academia carioca. Quem for ao evento também vai poder participar das atividades desenvolvidas pelo Afroreggae; da ONG Redeh, que capacita mulheres com atividades de conscientização de gênero; e Fundação Gol de Letra, com foco na educação através do esporte. Serão distribuídas senhas antes e durante a Ação Social. A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) vai fornecer toda a estrutura necessária para a realização do evento.

A Justiça pela Paz em Casa é coordenada pela juíza auxiliar da Presidência do TJRJ, Adriana Ramos de Mello, que reuniu uma equipe para montar a logística de organização do evento. A segurança no entorno da Vila Olímpica será feita por policiais militares da UPP do Caju.

Participantes e serviços oferecidos

TJRJ: Justiça Itinerante para casos de sub-registros / juizado móvel da Justiça pela Paz em Casa para casos de violência doméstica / divulgação dos projetos sociais do TJRJ
Ministério Público: Serviços de Ouvidoria
Defensoria Pública: Gratuidade de Justiça
Secretaria Especial de Políticas para Mulheres (SPM-Rio): Serviços de atendimento à mulher
Secretaria Municipal de Saúde: Vacinação para mulheres e crianças / Academia Carioca
Afroreggae: Oficinas de culturas
Sebrae: Curso de capacitação voltado para as mulheres
Rede H – ONG: Conscientização
Fundação Gol de Letra: Oficina de dança / atividades com crianças
Detran: Identidade
Comlurb: Limpeza
Guarda Municipal: Segurança patrimonial / organização de fila
Secretaria de Meio Ambiente: Informações / oficinas


Fonte: TJRJ


Tópicos: acesso à justiça,mulher,TJRJ