.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Violência contra a mulher. Crédito: Divulgação/CNJ

A psicóloga baiana e miss Universo Martha Vasconcellos visitou, nesta segunda-feira (13/4), o gabinete da desembargadora Nágila Maria Sales Brito para apresentar o trabalho desenvolvido pela ONG norte-americana Masp em defesa das vítimas de violência doméstica e familiar. Responsável pela divulgação, em escala mundial, da beleza da mulher baiana ao ganhar o concurso de Miss Universo em 1968, depois de ser Miss Brasil, Martha quer desenvolver em Salvador um projeto similar ao realizado no estado de Massachussets, onde morou.

Acompanhada da também psicóloga Andréa Bruno de Sousa, a miss Universo destacou a importância de conscientizar o agressor da necessidade de evitar repetir atos de violência contra a vítima ou outras mulheres. Para Martha Vasconcellos, somente a proteção à mulher não interrompe o ciclo de violência e, assim, novos crimes podem acontecer. “Nos Estados Unidos, os agressores são obrigados pelos juízes a participar de cursos e terapias de grupo para conseguirem recuperar-se”, disse.

Esse trabalho de recuperação era realizado pela ONG Masp, sigla para Massachussets Alliance for Portuguese Speakers (em português, Aliança de Massachussets para Falantes de Português). “Atendemos vítimas e agressores originários de sete países que falam nosso idioma”, informou Martha. A psicóloga Andréa Bruno de Sousa destacou a importância de tratar a pessoa infratora desde a conscientização dos atos de ilegalidade praticados até a possibilidade de se readaptar no sentido de recuperar a harmonia no lar: “O objetivo é favorecer a família”.

A desembargadora Nágila Maria Sales Brito, responsável pela Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça, agradeceu a visita, ao reconhecer a necessidade de instalação de projetos com essa proposta. “Precisamos, urgentemente, buscar meios para reduzir a violência doméstica”, afirmou.

Fonte: TJBA


Tópicos: violência contra a mulher,TJBA