.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Os diretores de informática do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP)  reuniram-se na última semana para discorrer sobre as respostas aos questionários de Tecnologia de Informação e Comunicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) - TIC/2011. As informações repassadas ao CNJ fazem parte do Programa de Modernização do Judiciário. Nos últimos três anos, o CNJ  investiu R$ 106 milhões em tecnologia da informação em diversos tribunais do país. Segundo o presidente da Comissão de Recebimento de  Materiais do TJAP, Pedro Lobato, antes de distribuir equipamentos de  informática, o CNJ analisa as respostas fornecidas pelos tribunais ao  questionário aplicado pelo órgão de controle externo, destinado a  definir prioridades de aquisição e doação de equipamentos, abrangendo,  principalmente, computadores, servidores, impressoras e unidades de  armazenamento de dados ("storages"). O questionário busca, também,  identificar a necessidade dos tribunais de acordo com o padrão  tecnológico e porte de cada um e com critérios técnicos objetivos,  visando proporcionar um nivelamento mínimo entre todos.

As informações da área de informática do TJAP são repassadas ao CNJ  pelo presidente da Comissão, Pedro Lobato, que preenche os  questionários, espelhando o padrão tecnológico do Tribunal. “Após o  repasse das informações, todos os envolvidos participam do seminário  gerencial para definir os itens que o TJAP ainda não alcançou, visando  sua implantação no futuro”.

Com o resultado desse trabalho, está sendo possível melhorar a  qualidade do serviço prestado pelo Poder Judiciário ampliando o acesso  do cidadão à Justiça.


Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TJAP