.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Brasília 14 06 2019 Encerramento do II Encontro Nacional de Gestores de Pessoas do Poder Judiciário.Foto:G.Dettmar/Ag.CNJ
Brasília 14 06 2019 Encerramento do II Encontro Nacional de Gestores de Pessoas do Poder Judiciário.Foto:G.Dettmar/Ag.CNJ

No encerramento do II Encontro Nacional de Gestores de Pessoas do Poder Judiciário, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o conselheiro Valdetário Monteiro, coordenador do evento, falou sobre a importância de os tribunais apoiarem ações para desenvolver o capital humano. “Sempre é eficiente o investimento em pessoal. Não há tecnologia existente que substitua o olhar, o sentimento e a sensibilidade humana, e é isso que o Judiciário tem de mais forte”, afirmou.

Abrindo a programação do segundo e último dia do Encontro, a juíza da 1ª Vara Federal de Joaçaba/SC, Ana Cristina Monteiro, proferiu palestra sobre o tema “A Governança na Gestão de Pessoas: instituição do comitê gestor local e seus desafios”. A magistrada destacou os princípios da ética, conformidade e transparência como tarefas permanentes quando se fala em governança. “Precisamos alcançar mais do que as mentes das pessoas, mas seus corações. Como gestores temos a capacidade de animar ou de adoecer nossas equipes”, disse, ao frisar que a inspiração do trabalho em gestão de pessoas são as próprias pessoas.

Na sequência, sob coordenação da juíza auxiliar da Corregedoria do CNJ Debora Heringer Megiorin, foram apresentadas práticas de sucesso em gestão de pessoas. Entre as práticas destacadas esteve o Programa de Qualidade de Vida no Trabalho do CNJ. “Ele é fruto de ações e projetos de interesse da comunidade do CNJ e chegou à alta gestão para sua institucionalização”, afirmou a servidora Meg Gomes.

Em seguida, a servidora Laura Maciel, do Supremo Tribunal Federal, apresentou o projeto Formação de Multiplicadores do Conhecimento. Ela destacou que, nos sete anos de implementação do projeto, houve um aumento de mais de 1.400% no número de participantes no programa de instrutoria interna do Supremo. Servidora do TST, Danilla Velloso, apresentou a última prática do painel, o Plano Diretor de Gestão de Pessoas do Tribunal Superior do Trabalho.

Na cerimônia de encerramento do evento, o conselheiro Aloysio Correia da Veiga, presidente da Comissão Permanente de Eficiência Operacional e Gestão de Pessoas do CNJ, agradeceu a presença no Encontro. “Precisamos fazer o nosso trabalho sempre com qualidade. Se nós cumprirmos nossa atividade com o pressuposto de formação permanente e em sintonia com a estrutura do Poder Judiciário, teremos um resultado muito maior e muito melhor, sabendo que nossa atividade se destina à sociedade”, disse o ministro.

A secretária de Gestão de Pessoas do CNJ, Raquel Cunha, confirmou a satisfação pela realização do evento. Ao todo, 269 servidores de diversos tribunais do país participaram do Encontro. Por fim, a servidora Eduarda Trigueiro, da Secretaria de Gestão de Pessoas do CNJ, adiantou que os preparativos para o III Encontro Nacional de Gestores de Pessoas já estão em andamento para realização ainda no primeiro semestre de 2020.

 

Jônathas Seixas
Agência CNJ de Notícias


Tópicos: gestão de pessoas