.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Brasília 13 06 2019 Abertura do II Encontro Nacional de Gestores de Pessoas do Poder Judiciário.(Min.Dias Toffoli, Cons. Aloysio Correa da Silva,  Min. Brito Pereira e Cons. Valdetário Monteiro).Fotos:G.Dettmar/Ag.CNJ
Brasília 13 06 2019 Abertura do II Encontro Nacional de Gestores de Pessoas do Poder Judiciário.(Min.Dias Toffoli, Cons. Aloysio Correa da Silva, Min. Brito Pereira e Cons. Valdetário Monteiro).Fotos:G.Dettmar/Ag.CNJ

“Incentivar a disseminação de conhecimento e boas práticas em gestão de pessoas, fortalecer a comunicação e a troca de experiências entre as áreas de gestão de pessoas de todo o Poder Judiciário e discutir sobre dificuldades para funcionamento da Rede, a fim de buscar conjuntamente soluções”. A declaração do presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, se deu na abertura do II Encontro Nacional de Gestores de Pessoas do Poder Judiciário na manhã desta quinta-feira (13/6), em Brasília.

Em sua segunda edição, o evento pretende promover um espaço para atuação da Rede de Gestão de Pessoas do Poder Judiciário, amparada pela Resolução CNJ n. 240/2016. “Precisamos conciliar a gestão de conhecimento com a gestão de pessoas, que é uma das tarefas mais complexas e instigantes. Precisamos também de uma gestão com eficiência, e isso demanda uma estrutura de base para que possamos desenvolver nosso trabalho, em um ambiente saudável e no qual a segurança do trabalho seja garantida”, afirmou o presidente da Comissão de Eficiência Operacional em Gestão de Pessoas, ministro do TST e conselheiro do CNJ, Aloysio Correia da Veiga.

Também presente à cerimônia, o conselheiro Valdetário Monteiro, coordenador do evento, destacou a participação dos tribunais na Premiação de Práticas em Gestão de Pessoas do Poder Judiciário.  “O Poder Judiciário, composto de seres humanos, tem um papel primordial na efetivação de inovação e eficiência no contexto de gestão de pessoas. Dissensos e debates são inerentes em um país de formas e contextos tão diferentes como o Brasil, e precisamos disso. Recebemos mais de 153 práticas, somente para a primeira premiação, o que demonstra o interesse no tema.”

Conferência Magna

A conferência magna foi ministrada pela professora Gardênia Abbad da Universidade de Brasília. Com o tema “Novas abordagens no desenho do trabalho no serviço público: tendências e desafios”, a docente falou sobre o teletrabalho como ferramenta desafiadora de inovação e eficiência. “Temos a responsabilidade de inovar. Precisamos garantir que as novas práticas estejam vinculadas ao alcance de metas e eficiência, mas também com a qualidade de vida no trabalho. O teletrabalho, neste contexto, vai exigir novas competências gerenciais, gestão de equipes mistas de trabalho e o equilíbrio das demandas do trabalho presencial e do trabalho desenvolvido remotamente”, afirmou Abbad. O conselheiro Arnaldo Hossepian concluiu a conferência magna ressaltando a importância da inovadora forma de trabalho realizado à distância. 

Premiação das boas práticas

Encerrando a programação do primeiro bloco do II Encontro Nacional de Gestão de Pessoas, houve a premiação das quatro práticas vencedoras alinhadas às principais temáticas da Resolução CNJ n. 240: 1) Planejamento em Gestão de Pessoas; 2) Seleção, Ingresso e Lotação de Servidores; 3) Acompanhamento e Desenvolvimento de Servidores e Gestores; e 4) Valorização e Ambiente de Trabalho.

No primeiro tema, os premiados foi o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) com o projeto “A permanência e a atratividade de servidores para o atendimento às localidades remotas no interior do Amazonas por meio do teletrabalho”. No tema 2, a premiação ficou com Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o trabalho “Expedição STJ: experiência de gamificação em curso de ambientação on-line para novos servidores do Superior Tribunal de Justiça”.

No terceiro tema, o STJ também foi premiado com a ação “Na Trilha da Gestão”. Para finalizar, no quarto tema, os premiados foram os servidores do TRT 7ª Região pelo desenvolvimento do projeto “Aplicação de abordagens ágeis de gestão no Setor de Folha de Pagamento”. Após a entrega dos troféus, os premiados apresentaram seus projetos.

Jônathas Seixas
Agência CNJ de Notícias


Tópicos: gestão de pessoas