.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Inspeção da Corregedoria Nacional de Justiça no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. FOTO: Ascom TJRJ
Inspeção da Corregedoria Nacional de Justiça no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. FOTO: Ascom TJRJ

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, abriu oficialmente, na manhã de segunda-feira (6/5), os trabalhos de inspeção no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) e deu destaque para a missão de auxiliar a Justiça do estado a satisfazer os anseios do cidadão do Estado. O evento aconteceu na sede do tribunal estadual e contou com a participação do presidente do TJRJ, desembargador Claudio de Mello Tavares, e do corregedor-geral da Justiça, desembargador Bernardo Garcez.

“Temos um planejamento no sentido de visitar cada gabinete de desembargador – do presidente ao corregedor, passando por todos os demais – e averiguar números de processos, preferências no julgamento e mecanismos de agilização”, explicou Martins.

Além disso, o ministro afirmou que pretende captar e reconhecer as boas práticas, mas também eventualmente fazer recomendações que possam proporcionar uma justiça cada vez mais rápida, eficiente, produtiva e de qualidade.

“A atuação das corregedorias deve ser, principalmente, a de orientação e prevenção, buscando sempre a melhoria e a modernização das atividades administrativas e jurisdicionais, de forma a assegurar que o Judiciário exerça o papel que lhe foi traçado pela Constituição Federal e que a sociedade brasileira espera”, disse o corregedor nacional.

Atividade essencial

A inspeção é um procedimento de rotina, determinado pela Portaria n. 12, de 2 de abril de 2019, e tem por objetivo verificar a situação atual do Poder Judiciário no estado, havendo ou não evidências de irregularidades, assim como a evolução dos trabalhos judiciais após a última inspeção, realizada em junho de 2017.

Os trabalhos forenses e os prazos processuais no tribunal estadual não serão suspensos em função das atividades que se encerram na sexta-feira (10/5).


Tópicos: corregedoria nacional de justiça,TJRJ,inspeção