.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

O conselheiro Joaquim Falcão avalia que em seus primeiros doze meses o CNJ foi decisivo para os avanços da reforma do Judiciário. "A reforma que mais avançou em nosso país no último ano foi a do Judiciário. Muito mais do que a reforma fiscal, a reforma política e a reforma tributária, além de tantas outras reformas que o Brasil precisa", acredita.

Segundo Falcão, os juízes estão fazendo a sua parte. "O CNJ é agente desse processo decisivo de modernização do Judiciário", diz.