.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

Medida liminar concedida pelo conselheiro Oscar Argollo nesta terça-feira (26/09) susta todos os atos do Concurso de Ingresso e Remoção nos serviços notariais e de registro em andamento no Rio Grande do Sul, pelo edital nº 01/2003, promovido pelo Tribunal de Justiça do estado. A determinação vale para qualquer ato relativo ao concurso até a decisão final do processo, que ainda será analisado e decidido pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O concurso já era alvo de diversas representações no CNJ. De acordo com a liminar do conselheiro Argollo, agora estão apensados em um mesmo processo os procedimentos de controle administrativo nº 247, 252, 258 e 216, todos relativos ao referido concurso. Todos os processos apontam irregularidades no certame e alguns pediam sua suspensão.  

A liminar também notifica o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul para que se manifeste sobre o assunto no prazo de 15 dias.