.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

Para tanto, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criou o Portal de Oportunidades. Trata-se de página na internet que reúne as vagas de trabalho e cursos de capacitação oferecidos para presos e egressos do sistema carcerário.

As oportunidades são oferecidas tanto por instituições públicas como entidades privadas, que são responsáveis por atualizar o Portal.

Além disso, os presidiários de todo o país contam com mais uma ajuda fornecida pelo CNJ: a produção da Cartilha da Pessoa Presa e da Cartilha da Mulher Presa. Os livretos contêm conselhos úteis de como impetrar um habeas corpus, por exemplo, ou como redigir uma petição simplificada para requerimento de um benefício. Esclarece ainda sobre deveres, direitos e garantias dos apenados e presos provisórios.

A Cartilha, além de estar disponível no portal do CNJ, é distribuída pelo grupo de monitoramento dos mutirões carcerário nos Estados.

Para outras informações:
Endereço: Anexo I - Supremo Tribunal Federal, Praça dos Três Poderes s/n - Brasília - DF - CEP: 70175-900
E-mail: comecardenovo@cnj.jus.br
Telefone: (61) 2326-6789

Notícias 

Estudantes de serviço social podem ajudar reinserção de presidiários

Bahia firma 29 parcerias para capacitar detentos e ex-detentos

Goiás, DF e Bahia lideram geração de empregos para reinserir detentos à sociedade

Começar de Novo: funcionário do CNJ comemora retomada da vida

Censo da população carcerária no Maranhão será divulgado nesta segunda-feira

Empresários e Sesc/Senac de MS recebem selos do Começar de Novo

Música é a alternativa no ES e PR para mudar a vida de mulheres presas

Detentos do Maranhão querem trabalhar na construção civil